Skip navigation

abraçar o clichê, amar o amado, mandar rilke e seu pensamento sobre as juras de amor às favas, assumir o próprio talento, sem pedantismo, sem pessimismo, sem utilitarismo, sem fascínio, ser loa e lua, ser maculelê sem dano, ser o zombeteiro das ontologias, reconhecer no mefistófeles impertinente a figura do convívio são com os deuses, rir para matar, rir para não morrer, rir porque a dor já não é mais suficiente, rir porque é inteligente, rir porque não é contrário de chorar, rir porque é ser gente, rir que é a tarefa mais difícil depois de tantos anos de in: –compreensão, –trospecção, –aptidão, –apetência, rir porque é possível, novamente, dada a nova mente, esquecer.

Anúncios

One Comment

  1. gostei muito disso :)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: